Previdência

SINDESV-PE na luta

Os Vigilantes de Verdade foram às ruas no dia 15 de março, juntamente com outras categorias profissionais para protestar contra a reforma da Previdência e contra a retirada de direitos trabalhistas conquistados após décadas de luta.
O presidente Souza lembrou que “os Vigilantes de Verdade sempre estiveram à frente das lutas da classe trabalhadora. Foi com muita luta e mobilização que o SINDESV garantiu as conquistas que a categoria tem hoje, como o tíquete refeição, o colete à prova de bala obrigatório e individual, o adicional de risco de vida e tantas outras que hoje parecem simples, mas foi preciso muita luta e coragem para enfrentar a fúria dos patrões e dos governos para conquistá-las”.
Por isso, continuou Souza, “os brasileiros não podem aceitar passivamente a elevação da idade mínima para 65 anos, nem o tempo de contribuição de 49 anos para receber o benefício integral da aposentadoria. Não podemos aceitar a mesma idade e condições para homens e mulheres aposentarem. Nós temos experiência de luta e vamos marchar ombro a ombro com os companheiros das demais categorias, em defesa dos direitos de todos os trabalhadores”.
Souza finalizou lembrando que os Vigilantes de Verdade precisam ficar atentos também aos “lobos vestidos de cordeiros, agentes do patronato que sonham acabar com todas as conquistas da categoria”.