SOUSA2

Mobilização pela aprovação do piso salarial

O presidente do SINDESV, Souza participou nesta terça-feira, juntamente com representantes  dos vigilantes de todo o país, de audiência na Câmara dos Deputados, em Brasília, cobrando a retomada imediata das negociações sobre um piso salarial da categoria. O assunto foi debatido na comissão especial criada pela Câmara dos Deputados para analisar a proposta de piso (Projeto de Lei nº 4.238/12), do Senado Federal, que propõe mudanças no artigo 19 da lei nº 7.102 de 1983, estipulando assim uma base salarial para empregados em empresas particulares que explorem serviços de vigilância e transporte de valores. De acordo com o texto do projeto de lei, o piso pode variar de R$ 800 a R$ 1.100. Já a CNTV defende que o piso seja de R$ 3 mil, conforme aprovado em Congresso em outubro de 2013. Através do seu presidente, o companheiro Boaventura, a CNTV participou do evento e defendeu um piso salarial digno e compatível às responsabilidades da categoria. Além da definição de um piso, representantes dos Sindicatos e da CNTV cobraram a discussão e aprovação do Estatuto da Segurança Privada, que atualmente encontra-se no Ministério da Justiça, em fase de avaliação.